/widgets.js">

O Que É STEM?

o que é stem

Se você está antenadonas notícias sobre educação mundo afora, talvez já tenha esbarrado com esse termo. Ou até mesmo lendo algum post aqui da Fábrica de Gênios.

O Que é STEM?

Em inglês, a sigla denota Science, Technology, Engineering and Mathematics.

É um currículo baseado na ideia de educar os alunos em 4 áreas específicas — ciência (computação), tecnologia, engenharia e matemática— numa abordagem interdisciplinar e aplicada — ou seja, as disciplinas como uma só, na prática, fazendo coisas reais e resolvendo problemas do mundo real.

No lugar de ensinar essas quatro disciplinas de forma isolada e independente, a STEM acredita que elas se integram muito bem, principalmente sob um ponto de vista de aplicações reais.

Programas que utilizam tecnologia complexa quase sempre possuem um plano de fundo matemático e científico, por exemplo.

Drones são um ótimo exemplo disso. É uma tecnologia cada vez mais presente em nossas vidas. Conta com a engenharia para projetar as naves, matemática e física para que voem e funcionem corretamente e computação para desenvolver o software, que faz sua automação e garante que funcione e se comunique corretamente com o controlador.

A grande sacada da STEM é que o número de vagas disponíveis em bons empregos é muito maior do que o número de profissionais para preenchê-las. É um mercado extremamente promissor e que recompensa quem está disposto a encará-lo.

O Brasil passa por um momento onde cerca de 12,4% da população está desempregada.

Na área de STEM, falamos de empregos com salários altíssimos. E, enquanto temos inúmeras vagas para serem preenchidas, temos outras áreas no Brasil onde MUITAS pessoas estão desempregada. Promissor, né?

Caso seu filho queira se aproveitar da abundância de empregos e altos salários amanhã, a melhor hora para começar a se preparar é hoje.

Uma dos melhores caminhos para se percorrer se seu objetivo é ter um emprego na tecnologia, é aprender a programar.

robo-stem

Algumas Estatísticas

Para você entender melhor sobre o que eu estou falando, aqui vão algumas estatísticas. Acho que números nos ajudam a entender quão vantajosa e promissora essa área realmente é.

Trabalhos na área STEM crescerão 13%

Entre 2017 e 2027, o número de trabalhos STEM crescerá 13%, comparado com 9% para  outras áreas. Vagas em computação e engenharia lideram o caminho.

Em um momento de recessão da economia, onde cada vez mais pessoas estão desempregadas, é contra intuitivo pensar que as vagas em uma área com salários altos aumenta.

Mas essa é a realidade, pois a tecnologia está crescendo cada vez mais e a tendência é continuar, cada vez mais forte.

A tecnologia torna nossas vidas mais fáceis, mais confortáveis. Hoje fazemos quase tudo pelo nosso Smartphone. Lembra de quando há menos de uma década atrás precisávamos ir até à locadora de filmes e pagar caro para poder assistir algum filme?

Hoje uma assinatura do Netflix é menos de 30 reais, e temos um catálogo gigantesco de opções, na palma de nossas mãos.

A média salarial para trabalhos STEM é de 38.85 dólares por hora

Se você é da área de computação, sabe que não é difícil arrumar um trabalho fora do país.

Você pode optar por trabalhar remotamente em uma empresa americana, do conforto da sua casa. Ou então se mudar para outro país. O Canada é um exemplo, pois estão sempre contratando programadores brasileiros.

E ah, caso você queira saber, 38.85 dólares dá, em média, 128 reais.

Multiplicado esse número pelo número médio de horas trabalhadas (160) em um mês aqui no Brasil, teríamos 128 * 160 = R$20480,00.

Um bom salário, né? Principalmente considerando que esse é um valor médio, e os valores dos profissionais mais bem qualificados são bem maiores que esse.

Em 100 trabalhos STEM, 93% têm salários maiores que a média nacional

Essa é uma estatística americana, pois a pesquisa foi realizada lá nos Estados Unidos.

A média anual de salário STEM é de $87,570 por ano, enquanto a média nacional é cerca de $31,099.

Imagina receber um salário desse por ano, trabalhando aqui? Dá pra viver muito bem, né?

Mulheres compõem somente 18% dos estudantes de ciência da computação

Muito embora as mulheres recebam 57% dos diplomas de graduação totais, apenas 18% dos diplomas em ciência da computação vão para mulheres.

Felizmente, cada vez mais projetos estão sendo criados para incluir as mulheres no mundo da programação.

Esse tabu precisa ser quebrado. Programação não é algo só para homens.

Então, o Que Isso Significa?

STEM é uma área importante, e nossos filhos muito provavelmente trabalharão com isso. Essa área apresenta muita oportunidade, e precisamos de cada vez mais pessoas encontrado essas oportunidades.

O incentivo à essa área deve estar onde as crianças estão. Escolas, colônias de férias, internet. Deve ser introduzido em idades mais jovens, onde as crianças são ainda mais curiosas.

Nossos filhos precisam de mais educação e informação sobre essa área e outros trabalhos relacionados, pois assim poderão buscar futuros brilhantes nesses campos.

Sobre trabalhos

programador-feliz

Nesse post, falei sobre trabalhos remotos. Se você é da área de tecnologia — programação, marketing digital — tem o inglês afiado e está buscando uma boa oportunidade de trabalho, existem vários sites por aí repletos de vagas para brasileiros.

Recentemente um grande amigo conseguiu um trabalho remoto para uma empresa localizada no Missouri, com um salário inicial de cerca de R$14.000. Ele tem 20 anos de idade e já ganha mais do que a grande maioria dos brasileiros. Bacana, né?

Nesse post tem alguns sites que possuem ótimas oportunidades. Cabe a você dar uma olhada e ver se alguma te interessa!

É bom também para você conhecer o mercado onde seu filho provavelmente vai trabalhar. Se você quer que seu filho consiga com facilidade essas vagas, a melhor hora para investir na sua educação tecnológica é agora.

Uma ótima forma é aprendendo a programar, pois além de garantir ótimos salários e uma excelente carreira, possui diversos outros benefícios.  😉

 

Um abraço e até a próxima!

Por Que Todo Aluno Deve Aprender a Programar no Ensino Fundamental

programar-ensino-fundamental-caderno

Talvez você esteja se perguntando o porquê de eu ter dito que TODOS os alunos deveriam aprender a programar. Meio audacioso, né?

Aprender a programar causa vários efeitos positivos no cérebro, e quanto mais cedo a criança começar, mais cedo ela colherá os frutos.

Alta Demanda

garoto-ceu-sucesso-programacao

O primeiro motivo já é quase suficiente para explicar: é uma habilidade que os estudantes poderiam usar para uma carreira futura em um mundo onde temos uma demanda gigantesca por bons programadores.

Com a evolução da tecnologia, ela está presente em todos os lugares.

Isso faz com que a tecnologia seja útil em todas as áreas. Toda profissão pode se beneficiar com a tecnologia.

medicina, por exemplo, é uma das ciências mais evoluídas, e grande parte dessa evolução se deve a tecnologia.

Então, seja lá qual for a área que seu filho decida seguir, ele com certeza terá um diferencial competitivo se souber programar.

Melhora Notas em Outras Disciplinas

maca-notas-boas-programacao

Além disso, “codar” — ou “escrever códigos”, ou programar — ajuda  os alunos em suas disciplinas escolares. Codar aperfeiçoa habilidades como perseverança e resolução de problemas, que são constantemente enfatizadas pelos professores e pedagogos.

Programar é especialmente útil para alunos que têm problemas com escrita, leitura e matemática.

Melhora Autoestima

Os estudantes se sentem poderosos e capazes. Com a programação, eles podem criar coisas no mundo digital e compartilhar com os outros.

Isso é diferente do resto das pessoas, pois elas somente consomem as mídias digitais.

Resultados Comprovados

Tendo início em 2003, Mitch Resnick (2013) e seu time no Instituto de Tecnologia Massachusetts (MIT) criou Scratch, uma ferramenta / linguagem de programação utilizada para engajar estudantes no mundo da programação.

Depois que 11 milhões de estudantes usaram a ferramenta, os criadores descobriram algo muito interessante:

Os alunos aprendiam bem mais do que somente programar. De acordo com eles, os estudantes aprenderam:

1 – Conceitos matemáticos como variáveis e condicionais

2 – Lógica sequencial / causa e efeito

3 – Técnicas para solução de problemas

4 – Design de projeto e a importância de quebrar grandes problemas em tarefas menores

5 – Benefícios da colaboração e técnicas de comunciar ideias

6 – Habilidade de receber críticas, identificar e consertar erros

7 – Perseverança quando encontra uma dificuldade.

 

A Programação no Ensino Básico no Brasil

livros-programacao-2

Para alunos com problemas em leitura, escrita e matemática, é indispensável que eles aprendam técnicas para melhorar essas áreas.

Professores e pedagogos sabem que o tempo é um recurso limitado, e adicionar uma disciplina adicional, por mais que extremamente útil, seria muito difícil e burocrático.

Mas, programar é algo que não pode ser deixado de lado. Muitos países de primeiro mundo já adotam programação no ensino básico.

E para as pessoas que podem pagar, existem no Brasil alguns cursos presenciais em escolas de programação. O problema é que existem poucos, a maioria em capitais e o preço é elevado.

Aqui na Fábrica de Gênios acreditamos que ensino da programação deve ser fácil e acessível para todos que têm interesse.

Por esse motivo e por acreditar que saber programar é super valioso, desenvolvemos o primeiro curso de programação voltado para crianças e jovens do Brasil, utilizando a linguagem de programação Scratch.

Seu filho aprenderá, por um preço acessível de menos de uma pizza por mês, todos os fundamentos de programação. São construídos vários jogos ao longo do curso, passo a passo, junto com o aluno.

Ao final do curso ele será capaz de construir seus próprios jogos e compartilhar com seus amigos e com quem quiser.

Não somente isso, mas será capaz de avançar no estudo de programação, pois saberá todos os fundamentos necessários para isso.

Teremos cursos mais avançados para crianças que fizeram esse curso, e todas receberão um excelente desconto em todos os demais, caso tenham interesse.

 

Temos certeza que você irá gostar do nosso projeto, pois o nosso foco é o sucesso do seu filho! Sabemos que a programação é uma vantagem enorme em qualquer processo seletivo, e a oportunidade de dar essa vantagem para seu filho é essa.

Um abraço e até mais!

A Forma Correta de Enxergar a Programação

computador codigo programacao

Se você não é da área de tecnologia, programar deve parecer um bicho de sete cabeças para você, né?

No entanto, é muito mais simples do que você imagina!

E é por sua simplicidade e por e trazer tantos benefícios que a programação é algo tão lindo!

A melhor forma de encarar a programação

Como o aluno deve enxergar a programação? Qual a forma correta de encará-la?

Ao introduzir a programação para crianças, Resnick and Siegel (2015) recomendam os seguintes princípios:

  • Projetos
  • Paixão
  • Colegas
  • Brincadeira

Projetos

Os estudantes devem ser capazes de criar um projeto significativo. Por significativo eu não quero dizer um jogo complexo ou o próximo Facebook, mas um projeto sobre algum tema que ele seja apaixonado e empolgado.

Você sabia que o Facebook surgiu como uma forma de conectar alunos de uma universidade? Mark Zuckerberg era um aluno normal, que gostava de tecnologia e se divertir. Por que então ele teve tanto sucesso? Pois ele criou um projeto com um significado, um projeto para ajudar as pessoas a encontrarem umas as outras. Dessa forma, ele facilitou a vida de todo mundo, tanto para paqueras quanto para trabalhos acadêmicos, grupos de estudos, etc.

 

Paixão

Não só o Facebook mas vários outros sites e aplicativos de sucesso surgiram como projetos simples, de times pequenos ou até mesmo pessoas sozinhas que buscavam resolver algum problema existente no mundo.

Se você é apaixonado com algo ou é muito envolvido com algum nicho específico, eu aposto que sabe de algum problema que — até hoje — não foi solucionado.

Você já pensou que ele poderia ser resolvido com tecnologia? Você já cogitou que ele pode ser resolvido por você, ou até mesmo pelo seu próprio filho?

A melhor parte é que, quando trabalhamos em uma área que amamos, não estamos trabalhando, mas sim nos divertindo. E a programação pode se aliar à qualquer área. A tecnologia pode construir novas soluções em qualquer nicho ou área, principalmente naquelas que você ama.

Escolha um trabalho que você ame e não terá de trabalhar um único dia de sua vida

Confúcio

Colegas

Uma vez criado o projeto ou protótipo, você deve encorajar seu filho a compartilhá-lo com você.

Outra ideia muito bacana é compartilhar o projeto com seus colegas na escola. É uma outra maneira de receber feedback e pode ajudar crianças tímidas a se enturmarem.

É muito importante dar feedback positivo, pois isso fará com que ele tenha orgulho da sua criação, fique mais motivado a aprender mais e trabalhará sua auto estima, um valor muito importante para qualquer pessoa.

Ele se sentirá capaz de criar. Ele verá que, através do estudo e esforço, ele pode aprender qualquer coisa. Um ótimo benefício da programação é melhorar notas escolares, e essa é uma das razões.

Brincadeira

Resnick ressalta que os alunos também devem ser encorajados a brincar e testar seus projetos. Você pode ajudá-lo com isso, e assim encontrarão falhas juntos.

Isso fará com que seu filho lide melhor com críticas, pois ele entenderá que não é ele sendo criticado e sim aquele projeto, e a intenção é ajudá-lo a progredir.

 

crianca-tecnologia-2

Seguindo esses princípios, seu filho tem tudo para se apaixonar pelo mundo da programação. É seu trabalho encorajá-lo no começo, pois como você sabe, crianças nem sempre sabem o que é melhor para elas.

Por mais que programação seja algo assustador no começo, rapidinho você verá que isso é bobagem. Principalmente se você tiver alguém para guiá-lo e ensiná-lo.

Espero que tenha gostado desse post! Seu filho já criou algum projeto? Você conseguiu ajudá-lo? Conte mais sobre sua experiência nos comentários!

 

5 Efeitos da Programação no Cérebro

cerebro

Você já ouviu falar de programação? É aquele negócio onde a gente pega algumas ideias e transforma em um montão de palavras malucas e, no final, temos um aplicativo que faz o que a gente quiser!

Você deve conhecer, até porque existem alguns bem populares com alguns milhões de downloads (pode fazer as contas do faturamento, o resultado é bem interessante! hehe).

E, se esse aplicativo faz o que outras pessoas querem também, em pouco tempo ele pode estar na AppleStore ou na PlayStore sendo vendido por um dólar — ou mais.

Agora, você sabia que além de ser possível criar coisas, a programação tem vários efeitos super positivos no cérebro?

Muita gente acredita que tarefas produtivas precisam ser chatas e maçantes. Há um pouco de verdade nisso. Muitas vezes trabalhar e estudar pode ser bem entediante e ficamos até ansiosos para acabar logo e fazer outra coisa mais divertida.

Mas, felizmente, com programação é o oposto! Mesmo sendo muito produtiva, é uma tarefa extremamente divertida, dentre vários outros benefícios importantes para qualquer pessoa.

Algumas pessoas — como eu, por exemplo — utilizam a programação para aliviar um pouco do stress da nossa vida corrida. É muito bom pegar uma caneca de café e passar algumas horas em frente ao computador criando algo incrível.

Quer saber alguns dos outros motivos pelos quais eu e outras milhões de pessoas ao redor do mundo amamos programar? Aí vão alguns!

Aprimora nosso lado lógico

quadro-matematica

Com a prática da programação, exercitamos muito nossas habilidades analíticas, lógicas e de solucionar problemas.

Se você já jogou The Sims, deve se lembrar de quando seu personagem ficava jogando xadrez ou lendo livros para aumentar sua habilidade de lógica.

Programar contribui para a mesma coisa! Você vai tendo cada vez mais facilidade em lidar questões de lógica e solucionar problemas.

Outro benefício é que as provas de matemática e física no colégio ficarão muito mais fáceis. Bacana, né?

 

Melhora nossa comunicação e compreensão

programadores-reuniao

Todo professor precisa saber o que está ensinando, não é mesmo? E se ele não possui domínio da matéria, os alunos não entenderão nada.

Compreensão, domínio de conteúdo e comunicação são habilidades fundamentais para qualquer professor.

E também de qualquer programador. Sabe por quê? Porque um programador é um professor de computadores.

Você dá instruções para o seu aluno — o computador — de uma forma bem básica e objetiva. Ele não é uma pessoa que irá se adaptar à erros, portanto irá te forçar a entender bem os conceitos que está “ensinando” ao computador.

Isso faz com que você aprimore sua habilidade de se comunicar com o mundo externo, pois você estará comunicando com uma “algo” muito burro.

Além disso, também te obriga a entender melhor os seus conceitos, pois programar é como ensinar alguém a resolver um problema, passo a passo.

 

Incorpora soluções na sua mente

Quando você faz um programa para solucionar um problema, é necessário que você o entenda muito bem antes de criar a solução.

Uma vez que você codifica o problema, você tem um entendimento completo dele, e a solução ficará na sua cabeça.

Ela pode ser útil para resolver vários outros tipos de problema, tanto de computação como também em outras áreas da sua vida.

Aprendemos novas formas de pensar que podem nos ser úteis à qualquer momento.

 

É divertido

Você gosta de quebra cabeças? Enigmas?

Muito provavelmente você já jogou aqueles jogos onde você precisa desvendar um mistério para sair de uma sala trancada, né?

Desafios e quebra cabeças são divertidos. Se há alguma coisa que está te deixando com uma pulga atrás da orelha, saber programar pode ser bastante útil.

Resolver problemas e ver suas soluções é bem divertido. Você nunca vai saber quão gratificante é passar um tempo quebrando a cabeça e no final conseguir resolver um problema até você fazer isso pela primeira vez.

Dá vontade de sair contando para todo mundo sobre como você construiu, da sua cabeça, um algoritmo.

E a melhor parte é que todo mundo provavelmente vai ficar muito impressionado, pois quem não programa enxerga os programadores como verdadeiros gênios.

 

É um exercício para o cérebro

ideia-programador

Diferente de coisas materiais, cujo valor se deteriora com o tempo, o poder do nosso cérebro só aumenta com o uso – assim como nossos músculos ficam tonificados com os exercícios na academia, nosso cérebro também precisa de exercício para se “tonificar”.

E programar é um ótimo exercício para o cérebro.

Você aprimora seu raciocínio, cria novas conexões entre os neurônios e fortalece as já existentes.

Resolver problemas realmente afia sua mente, e é por isso que eu sempre digo que programar nos deixa mais inteligentes!

 

Carreira

homem-sucesso-programador

Por último, mas certamente um dos mais empolgantes.

Você programa, então você começa a programar cada vez melhor. Então você começa a gostar e programa cada vez mais.

Seu cérebro se aprimora, você arruma um hobby divertido e, quando menos espera, as oportunidades começam a aparecer.

Existem inúmeros de trabalhos com salários altíssimos. Na verdade, existem muito mais vagas do que programadores qualificados para preenchê-las, sabia?

Isso significa que ser um bom programador é praticamente uma garantia de um bom emprego e, consequentemente, uma carreira promissora!

Se você tem vontade de morar fora do país umdia, boas notícias: vários países — como o Canadá, por exemplo — contratam muitos programadores brasileiros.

Os salários são ótimos e eles fornecem vários tipos de auxílios, como custear a faculdade para parentes próximos, dependendo do caso!

 

Mas como aprender a programar?

Bebe programando

Muitos efeitos positivos no cérebro, né?

Mas, como aproveitar todos eles? Como de fato começar a programar?

Muitas pessoas ainda veem a programação como um bicho de sete cabeças, mas isso não passa de um mito. Qualquer pessoa pode aprender a programar, basta ter vontade e buscar conhecimento nos lugares certos.

Você pode aprender a programar com qualquer idade, mas se você tem entre 8 e 18 anos, eu tenho uma ótima notícia para você!

A Fábrica de Gênios está lançando um curso de programação voltado para crianças e jovens— mas pode ser feito por qualquer idade, viu?

Pais e professores são muito bem-vindos para aprender também! Ou até mesmo se você não se encaixa nas descrições anteriores, mas quer aprender a programar de maneira fácil, divertida e rápida 😉

Se você sempre quis aprender a programar ou deseja investir na carreira do seu filho, você não tem mais desculpas! Saiba mais sobre nosso curso de programação para crianças, jovens e adultos! Te garanto que não irá se arrepender.

 

Até mais e keep coding!